sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Instalações elétricas em piscinas

Instalações elétricas em piscinas - aspectos de segurança

Não são poucos, infelizmente, os acidentes relacionados às instalações elétricas em piscinas. Embora a normalização técnica seja específica e clara quanto às prescrições para esse tipo de ambiente, a desobediência é flagrante. Basta conhecer o relato de alguns desses acidentes para constatar que essas prescrições ou são desconhecidas ou propositadamente desrespeitadas. E não se tratam apenas das instalações residenciais, mas de locais de afluência de público como é o caso de clubes, hotéis e parques. A norma técnica da ABNT, NBR 5410, que trata das instalações elétricas em baixa tensão, contém todos os requisitos para instalações seguras nesses ambientes.

Um artigo publicado originalmente na Revista Lumière apresenta alguns casos reais para nos servir de alerta sobre a importância desse tema. Se este assunto lhe interessa, não deixe de ler o artigo, que está disponível no portal de Artigos Técnicos. Siga o link:

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Um livro, uma prosa um verso. O verso dos trabalhadores.


foto: Tibério França
O trabalho inspira. Repercute. Choca. Enobrece?

Provocando a reflexão, foi editado pelo Ministério Público do Trabalho, um livro denominado "O verso dos trabalhadores". Com uma versão interativa e outra em arquivo de leitura, ele é composto por nove textos e sete ensaios fotográficos versando sobre o trabalho e os trabalhadores. Uma versão impressa será distribuída em escolas e bibliotecas.

As condições de trabalho, o trabalho doméstico, no campo, nas indústrias, a realidade dos imigrantes, enfim, tudo isso é a inspiração dos autores Clara Arreguy, Milton Hatoum, Mia Couto, Lya Luft, Marcelo Rubens Paiva, Xico Sá, Eliane Brum, Jose Rezende Jr e José Luiz Passos que produziram textos exclusivos para este projeto. Os ensaios fotográficos são de Geyson Magno, Tibério França, Walter Firmo, Marlene Bergamo e Avener Prado.


No prefácio, o escritor Milton Hatoum, um dos autores, antecipa o teor do fio condutor deste livro:


"A violência, a humilhação, o preconceito, enfim, o enorme sofrimento físico e moral de milhões de trabalhadores brasileiros ainda é a maior indignidade de um país que se pretende democrático. Aliás, são raros os países desenvolvidos e democráticos em que as pessoas mais pobres, sobretudo imigrantes, não são humilhadas diariamente, pois o sistema como um todo (político, econômico e cultural), em qualquer latitude e em graus variados, é uma máquina de sofrimento para muitos trabalhadores.
Alguns textos deste livro falam diretamente sobre o trabalho escravo em pleno século 21. Outros, com viés mais ficcional, podem ser lidos como breves relatos ficcionais, ou uma mistura de reportagem, crônica e memorialismo. Essa mescla de modalidades de discurso imprime uma dimensão intimista e, em alguns casos, poética a assuntos dramáticos e trágicos das sociedades brasileira  e moçambicana.
Há algo em comum na vida de um operário de uma fábrica de cimento-amianto em São Paulo; de um funcionário de uma empresa de exploração de gás no extremo Norte de Moçambique; de um vaqueiro numa fazenda do Ceará; de uma cozinheira nordestina numa casa paulistana; de um menino engraxate; de uma preta velha.."



foto: Avener Prado

O livro foi produzido com o dinheiro da multa aplicada a uma empresa de construção civil que infringiu leis trabalhistas com terceirização ilícita e condições insalubres. Essa aplicação, de certa forma uma novidade, foi oriunda de uma Ação Civil Pública da 18ª Vara do Trabalho do Distrito Federal.

foto: Walter Firmo
De acordo com os organizadores, o livro nasceu do desejo de incentivar a reflexão sobre as profissões, suas simbologias e impactos na vida contemporânea. "A partir dessa ideia, convidamos diferentes autores a fazerem literatura e fotografia especialmente para o projeto”, explica o jornalista Alessandro Soares que, juntamente com o colega de profissão Rodrigo Farhat, organizaram o livro.

Conheça o livro, acessando o seguinte endereço:
http://oversodostrabalhadores.com.br